Header image

São Miguel do Gostoso

RN/Brasil
charme - velejo
\
  
 
 
 
 
   

Gostoso em destaque na Revista Foco-RN

Artigo original aqui.

 

Saiba porque São Miguel do Gostoso, 102 quilômetros ao norte da capital, é o endereço do verão. E conheça os motivos por que você não deve adiar mais uma visita à “esquina do Brasil”.

“Aki até a tristeza pula de alegria”. A frase, escrita numa pequena placa na aconchegante Pousada Só Alegria, no coração de São Miguel do Gostoso, ilustra muito bem o clima que toma conta dos visitantes ao chegarem neste calmo, ensolarado e convidado recanto do litoral potiguar. Localizada a 102 quilômetros de Natal, São Miguel do Gostoso exibe, com indisfarçável, o fato de estar na “esquina do Brasil”.

Em seus 21 quilômetros de praia, São Miguel do Gostoso se multiplica. Turistas de diversas partes do País e de algumas partes do mundo se deliciam com paisagens bucólicas, águas mornas , pousadas aconchegantes e um vento delicioso.

“HAVAÍ DO KITESURFE”

Pela sua ímpar posição geográfica, São Miguel do Gostoso recebe os ventos alísios. Por isso, na Ponta do Santo Cristo, gente de diversos lugares se dedica à prática de esportes náuticos. O kitesurfe tem Gostoso como referência. O windsurfe também. A prática destes esportes dá um colorido especial à praia e rende belas imagens, atraindo fotógrafos como Rogério Vital, que há cinco anos costuma aparecer por lá quase todo fim de semana. “Alguém descobriu que o local era ideal para a prática de esportes como kitesurfe e windsurfe e Gostoso ficou conhecida como a Havaí do kitesurfe. Quem quiser conferir é só entrar no site www.kitesurfmania.com.br e clicar em São Miguel do Gostoso. Por isso, cada vez mais o local anda cheio de turistas de várias partes do País e estrangeiros como italianos e espanhóis”, revela Vital.

Nas chamadas praias urbanas, aonde se chega de forma fácil, há espaço para todo mundo e de sobra. Na Praia da Xepa, onde se concentram os eventos oficiais, há uma quadra de futivôlei onde a atividade entra pela noite. O espaço é devidamente iluminado assim como a quadra de futsal.

Na Xepa, onde se come do bom e do melhor no terminal turístico, pode se saborear a deliciosa tapioca de dona Neta. É lá onde se concentram, também, os bares e restaurantes de Gostoso. Também na Praia da Xepa a Prefeitura instalou o Armazém do Artesanato onde os visitantes podem apreciar e adquirir peças feitas com esmero e bom gosto.

Na praia do Cardeiro, além do banho do mar em águas tranqüilas, há como se saborear uma água de coco no quiosque do Cláudio e um bom caldo de camarão no bar de Dedé de Tico.

A praia do Maceió, situada mais a Oeste da sede do município, é também conhecida pelos pescadores como Praia do Trapiá, espécie de árvore frondosa encontrada no local. Na praia funciona outro terminal turístico e uma charmosa loja de artesanato.

A Praia do Tourinho, praticamente virgem e desértica, conserva uma das mais belas paisagens do litoral brasileiro. Sua enseada de águas claras e mornas é protegida por uma duna gigante. Lá, o visitante encontra o “Suspiro da Baleia”. Por um pequeno orifício de cerca de 30 centímetros de diâmetro em uma formação rochosa à beira-mar, a maré alta produz suspiro, como se fosse o esguicho de uma baleia.

A Praia do Marco é a última praia de São Miguel do Gostoso. Foi nela que em 7 de agosto de 1501 foi chantado o primeiro marco colonial em terras brasileiras, pela expedição de Gaspar de Lemos. O historiador potiguar Lenine Pinto sustenta a tese de que na Praia do Marco que o almirante potiguar Pedro Álvares Cabral aportou, pela primeira vez, na que seria a maior colônia portuguesa além-mar.

ARTESANATO E CULINÁRIA

No rico artesanato de São Miguel do Gostoso, mãos hábeis e experientes das artesãs transformam cabaças, chitas, cordas, cuité e coco em esculturas e lindos abajures, dentre outras peças. A arte do labirinto também se destaca.

A culinária dispensa maiores apresentações. Pratos à base de frutos do mar e frutas típicas da região são os mais apreciados. Há pratos para todos os paladares. A galinha caipira, o bacalhau, o arroz de polvo e deliciosas saladas e iguarias como bolinhos de macaxeira desafiam qualquer dieta.

Em restaurantes como o de dona Neném, simples e aconchegantes, a comida caseira ganha um sabor todo especial. O filé de peixe e a galinha caipira são delícias que aumentam a vontade de voltar sempre a São Miguel do Gostoso.

EVENTOS

Com um patrimônio natural belíssimo, praias limpas e bem cuidadas, São Miguel do Gostoso oferece a você muitas oportunidades para conhecer e revisitar este recanto do nosso litoral. O carnaval tem os tradicionais papangus e o irreverente bloco de Madame Chita. Em julho, a Cavalgada entre amigo, realizada na semana de emancipação política do município. Em setembro, a festa do padroeiro, São Miguel Arcanjo, santo protetor destas terras. E em 2008, na última semana de dezembro, pela primeira vez foi encenado o Auto de São Miguel do Gostoso, reunindo todos os grupos que atuam na área cultural do município. Desnecessário dizer que foi um enorme sucesso, que vai se repetir nos próximos dezembros.

Você ainda quer mais motivos para conhecer São Miguel do Gostoso?

 
 

 

 


 

 


 

 

Fãs de Gostoso


     
  Gostoso na mídia
 
 

praiadogostoso@gmail.com
www.praiadogostoso.com - O site de São Miguel do Gostoso - desde 2005