Header image

São Miguel do Gostoso

RN/Brasil
charme - velejo
\
  
 
 
 
 
Blog
     

São Miguel do Gostoso na Justiça! Por quê?

(copiado do blog http://www.avelrn.blogspot.com/)     





A Prefeitura de São Miguel do Gostoso conta com alguns processos trabalhistas na justiça encaminhados por servidores. Uma dívida que (existiria?) em torno de R$ 2.000.000,00. Isso pode?

 

 

 

 

 

 

 

Um caso muito interessante dentro da administração pública dos pequenos municípios nos últimos tempos é a questão dos processos trabalhistas contra as prefeituras. Você que não está por dentro pode está se perguntando: “O que foi que a prefeitura não pagou? Foi uma gratificação? Uma insalubridade? O adicional noturno?” Por incrível que pareça a resposta é: “O FGTS.”

Os funcionários públicos federais, estaduais e de prefeituras de grande porte questionariam imediatamente: “E funcionário público tem FGTS?”. Resposta: “Não. Os funcionários públicos têm a sua estabilidade e garantias trabalhistas, asseguradas através do Regime Jurídico Único dos Servidores.”

Surge então uma nova questão: “Se tais pessoas são funcionários públicos concursados e tem sua estabilidade garantida, diferente de uma pessoa que tem a carteira assinada (CLT), por que estão colocando as prefeituras na justiça?”. Resposta: “Porque um Fulaninho em algum em algum lugar botou a prefeitura na Justiça do Trabalho por causa do FGTS e ganhou uma bolada!”

Nem é preciso continuar a historinha. É previsível o que aconteceu! As pequenas prefeituras foram bombardeadas por processos trabalhistas. Gostoso não foi diferente.

O movimento liderado por um advogado esperto e outras pessoas tão espertas quanto, motivou muitos servidores a entrarem com processos que variavam em torno de 10 mil reais. Não havia jeito mais fácil de ganhar 10 mil reais, prometia o doutor. Era questão ganha. A prefeitura ia fazer papel de besta. Quem não colocou a prefeitura no pau perdeu a mamata.

Somente o município de São Miguel do Gostoso em breve seria condenado a pagar uma divida que não existia no valor de aproximadamente 2 milhões de reais. O que fazer? Outros municipios já estavam sofrendo as conseqüências dessa ação irresponsável. Gostoso com certeza não iria suportar um golpe tão violento. Por causa de alguns poucos , os serviços públicos - e servidores - que atendem hoje mais de 9 mil pessoas no nosso município estaria comprometido durante anos.

Mas no dia 28/08/2009 a Ministra Carmem Lúcia do Supremo Tribunal Federal através da Reclamação Constitucional nº 8.880, fecha o cassino, transferindo para a justiça comum a questão. Ou seja, os municípios poderão agora se defender e ganhar.

Em resumo: fim de jogo!

Os espertinhos que queriam fazer farra com dinheiro público vão ficar chupando o dedo. Quem sabe na próxima...

Heldene Santos

 

 

Quer comentar este artigo? Envie um email para: praiadogostoso@gmail.com

Voltar ao site de São Miguel do Gostoso

 

As opiniões expressas nos artigos são da responsabilidade dos seus autores e não veiculam necessariamente a orientação do site www.praiadogostoso.com.

[Abril 2011]
Gostoso pela igualdade: uns mais iguais que outros

[Agosto 2010]
São Miguel do Gostoso: 17 anos de emancipação política

[Abril 2010]
O que é Justiça Social?

[Março 2010]
ONG realiza projeto de promoção e participação social de crianças, adolescentes e jovens em São Miguel do Gostoso

[Fevereiro 2010]
Quem resgatou a cultura popular de São Miguel do Gostoso?

[Dezembro 2009]
São Miguel do Gostoso na Justiça! Por quê?

[Novembro 2009]
Gostoso encanto

[Outubro 2009]
Gostoso: onde tem rosas tem espinhos 

[Setembro 2009]
São Miguel do Gostoso: Espaço para os adolescentes? Eis a questão! 

[Agosto 2009]
São Miguel do Gostoso realiza Encontro Municipal de Adolescentes

 

praiadogostoso@gmail.com
www.praiadogostoso.com - O site de São Miguel do Gostoso - desde 2005