Header image

São Miguel do Gostoso

RN/Brasil
charme - velejo
\
  
 
 
 
 
Blog
     
  Janeiro-2011

Atitude - Muito Mais Gostoso

Além de jornalista, Emanuel Neri é empreendedor do Turismo em São Miguel do Gostoso

São Miguel do Gostoso se desenvolve, mas ainda tem desafios       

      

 

 

 

 

 

Início de novo ano, altíssima temporada, muita gente interessante na cidade, gastronomia de excelente qualidade, calor, sol e kitsurfe bombando. São Miguel do Gostoso é sempre assim nos meses de janeiro. E este ano, como vem acontecendo nos verões passados, tinha ainda mais gente na cidade. Pena que a temporada de verão seja ainda tão curta. A partir de fevereiro, diminui o movimento, há um forte reaquecimento no Carnaval, volta a ficar tranqüilo –e, só em julho, volta a movimentação da cidade, com as férias do meio do ano e a demanda do turismo europeu, a partir de agosto e setembro. Aí começa novamente a chamada "temporada de vento", que volta a movimentar fortemente o kit e windisurfe, além da cidade.

 

É bom ver os janeiros passarem para se fazer uma reflexão sobre o desenvolvimento turístico da nossa cidade. Vamos a algumas destas reflexões:

 

1)A cidade está bem melhor do que era antes. Ótimas pousadas, excelentes restaurantes, simpáticos bares e cafés. São Miguel do Gostoso já oferece hoje bem mais condições de hospedagem –com um ótimo padrão de atração e conforto – aos turistas que nos visitam. Há um investimento crescente em empreendimentos para ampliar as alternativas de recepção ao turista, com muito mais opções de uma boa acolhida. Neste particular, ponto para a nossa gastronomia. Estamos com ótimos restaurantes, comida de primeira, chefs de fora comandando as nossas cozinhas. É impressionante a qualidade –e diversidade – da comida servida nas pousadas ou em restaurantes que chegaram nos últimos tempos à cidade.

 

2)Visibilidade nota 10 na mídia nacional - e até internacional. Ainda neste janeiro, o portal UOL, da Folha de São Paulo, publicou ampla e simpática reportagem sobre o nosso destino turístico. "São Miguel do Gostoso é a Meca dos kitsurfistas do Nordeste", diz o título da reportagem,que teve ampla repercussão, foi lida por milhares de pessoas em todo o país e que contribuiu muitíssimo para a divulgação do nosso destino turístico. Destaque na mesma reportagem para a nossa gastronomia, considerada "excelente", pela jornalista Cris Gutkoski, que veio a São Miguel do Gostoso a convite da Pousada dos Ponteiros. Até o jornalão americano The New York Times deu destaque ao nosso turismo.

 

3)O que precisamos mais para transformar São Miguel do Gostoso num pólo turístico de primeira qualidade? São muitos os desafios que temos pela frente. Uma deles é agilizar as alternativas de desvio do trânsito urbano pelas nossas praias. Carros e motos não podem mais ficar trafegando, alguns em altas velocidades, pelas nossas praias urbanas. O risco de acidentes é altíssimo. E o pior é que alguns desses veículos são dirigidos por motoristas embriagados. Isso tem assustado nossa população e os turistas que nos visitam, principalmente quem tem criança. Para evitar este perigo, terrenos já foram cedidos à Prefeitura para que faça os acessos à praia, depois das áreas urbanas. Mas até agora isso não foi feito. É urgente que isso seja feito.

 

4)Outra coisa que precisa ser resolvida rapidamente é a questão do barulho. Apesar das restrições impostas pelo Ministério Público, algumas casas de bailes continuam fazendo festas até altas horas da madrugada, com som altíssimo. Parece até que somos uma terra de ninguém. No início de janeiro, vejam aonde chegamos, um grupo de fora chegou na praia do Maceió, montou espaço para realizar uma rave de música eletrônica, e o sonzão rolou a mil, a noite toda. Adolescentes bebiam livremente, muitos ficaram embriagados –e as leis brasileiras não proíbem venda de bebidas alcoólicas a menores? E o pior é que a Polícia não faz nada. A Prefeitura –não se sabe nem se a festa tinha autorização municipal para ser realizada – também cruzou os braços. Mais uma vez, a reação veio de pousadeiros e de alguns moradores, que prestaram queixas na polícia, contra a rave e a casa de bailes que fica diante da rua que dá acesso à Praia da Xepa. A palavra agora está com o Ministério Público.

 

5)O lixo nas nossas praias continua um problema sério. É comum ver turistas com os braços cheios de garrafas pets, deixadas nas praias. Ai que vergonha! Já se pediu muito à Prefeitura para colocar tambores ou cestos –como havia antes, nos quiosques das praias -- para que as pessoas coloquem lixo nestes depósitos, sem ter que sujar as praias. Mas a Prefeitura lamentavelmente fica batendo lata nesta questão, sem demonstrar a menor preocupação com o problema. Uma cidade turística, ou não –lixo é questão de saúde pública e vale para toda a população – não pode continuar assim, sem que nossas autoridades dêem a mínima importância para o lixo que se acumula nas praias –e em outros locais de grande movimento da cidade.

 

6)Mas é claro que também têm serviços públicos funcionando. Melhorou muito a questão da segurança pública na cidade. Já não se tem mais aquela paranóia, achando-se que o perigo estava esperando por nós ali na próxima esquina. Agora a polícia está com mais viaturas, mais homens. Mas ainda há problemas. Abrir um boletim de ocorrência na delegacia local é praticamente impossível. A polícia esquece que este é um direito do cidadão e um dever do Estado –e a polícia é a representação legal do Estado na questão da segurança, na cidade. Mas nossos policiais selecionam os temas que, no entender deles, devem ser objeto de abertura de BOs. Uma lástima! Alguém precisa contar para a polícia que prestar queixas na polícia é direito do cidadão.

Emanuel Neri

 
     

Quer comentar este artigo? Envie um email para: praiadogostoso@gmail.com

As opiniões expressas nos artigos são da responsabilidade dos seus autores e não veiculam necessariamente a orientação do site www.praiadogostoso.com.

 

[Abril 2011] "São Miguel do Gostoso", o filme, faz pensar

[Março 2011] Sinais de maturidade e equilíbrio em São Miguel do Gostoso

[Janeiro 2011] São Miguel do Gostoso se desenvolve, mas ainda tem desafios

[Agosto 2010] São Miguel do Gostoso começa a se mexer

[Março 2010] Vamos nos mobilizar contra a violência e o descaso do Estado

[Fevereiro 2010]
Verão de São Miguel do Gostoso foi movimentado e cheio de atrações

[Janeiro 2010]
Segurança é dever do Estado

[Outubro 2009]
Mais uma da turma do barulho

[Agosto 2009]
Prá não dizer que não falei das flores – e das borboletas

[Julho 2009]
Bem que o Conselho da Criança e do Adolescente deveria entender melhor a questão do barulho

[Junho 2009]
Sebrae ajuda São Miguel do Gostoso a melhorar seu turismo

[Abril 2009]
Problemas de uma cidade que cresce, mas que precisam ser enfrentados

[Fevereiro 2009]
Quando todos se unem, é bem mais fácil resolver

[Janeiro 2009]
São Miguel do Gostoso consolida perfil de turismo cool

[Outubro 2008]
Chegou a hora de levar o nosso turismo a sério

[Janeiro 2008]
São Miguel do Gostoso cresce com qualidade

[Janeiro 2007]
São Miguel do Gostoso tem verão com defesa ambiental

[Outubro 2006]
São Miguel do Gostoso, modelo de preservação social e ambiental

[Agosto 2006]
Querem vender a Ponta do Santo Cristo

[Junho 2006]
Aterro das nossas lagoas é grave crime ambiental

[Maio 2006]
Imprensa brasileira dá visibilidade a São Miguel do Gostoso

[Março 2006]
Vamos discutir nosso meio ambiente

[Janeiro 2006]
Muito Mais Gostoso

Fãs de Gostoso


     
  Gostoso na mídia
 
 

praiadogostoso@gmail.com
www.praiadogostoso.com - O site de São Miguel do Gostoso - desde 2005